Como eu vejo

Willian Eggleston é um dos mais intrigantes fotógrafos americanos da segunda metade do século XX.
Primeiro porque vê as coisa de perto, com intimidade, com um generoso e natural carinho.
Segundo porque é um mestre no uso da cor. Que ele usa não do modo expressionista como usa a propaganda. Mas num certo tom pastel, próprio de quem não vê com deslumbre e que não quer vender nada.
Seu foco é a sociedade, ou talvez melhor, a vida americana. Que ele registra como um próximo, consciente de que de perto, ninguém é normal.

Willian Eggleston

Foto: MoMA

 

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.

O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada

 


Postado em Fotografia e com a tag em .

2 ideias sobre “Como eu vejo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *