“Quando não escrevo, morro. Quando escrevo, também”.

Tão surreal quanto em Cem Anos de Solidão.
A vida imitando a arte.

Gabriel Garcia Marquez na Cidade do  Mexico em 1976.

Gabriel Garcia Marquez na Cidade do Mexico em 1976.

http://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,restos-mortais-de-gabriel-garcia-marquez-descansarao-na-colombia,1742546

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista e possivelmente o mesmo conceito. O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

 

 

 


Postado em Sem categoria em .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *