Arquivos da categoria: Fotografia

Tina Modotti

O mastodôntico Diego Rivera e a pomba Frida Kahlo (ou seria o contrário?) pelas lentes e olhos da  fotógrafa e ativista italo-americana-mexicana Tina Modotti.

tina modoti_frida e diego

O que esta fotografia nos diz do ativismo político de Tina Modotti ou sobre Diego Rivera ou Frida Kahlo? Nada ou quase nada. A fotografia é apenas imobilidade e tempo.

 

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista e possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.


Postado em Arte, Comportamento, Cultura, Fotografia em .

Bessie Love – 1920

A linda Bessie Love, atriz de cinema mudo dos anos 1920 que seguramente teria feito sucesso nos rebeldes anos 60.

bessie love_1920

Bessie Love – History in Pictures

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista e possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

 


Postado em Cinema, Fotografia, Sem categoria em .

Um Pessoa e muitas pessoas

Quem diria que esse menino um dia seria o Fernando Pessoa de tantas outras pessoas? Mas isto a fotografia nunca poderia responder. Ela responde unicamente à imobilidade e ao tempo.

Fernando Pessoa Africa do Sul - 1901

Fernando Pessoa
Africa do Sul – 1901

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista e possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

 

 


Postado em Cultura, Fotografia, Literatura em .

A fotografia, fotografias e fotógrafos, lidam com fatos

“A fotografia, fotografias e fotógrafos, lidam com fatos” – Garry Winogrand.

Garry Winogrand

Garry Winogrand

 

A fotografia limita-se à imobilidade (forma) e ao tempo – Roland Barthes

Asia Central (1934) - Ella Maillart para a National Geographic

Asia Central (1934) – Ella Maillart para a National Geographic

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista e possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

 


Postado em Arte, Fotografia, Sem categoria em .

Concreta foto do concreto

 

German Lorca  - 1951

German Lorca – 1951

O que fazem estes meninos no meio desta composição construtivista-geométrica?
Isto a fotografia não pode responder. Ela é apenas uma imobilidade no tempo.

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista e possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.


Postado em Arte, Fotografia e com a tag , em .

Em que pese a pose

Floyd and Lucille Burroughs no pórtico, Hale County, Alabama
Walker Evans – 1936.

Esta família se tornou um ícone da fotografia americana no período da Depressão. Mostrando a pobreza que assolou os pequenos agricultores pela queda dos preços dos produtos agrícolas consequência do baixo consumo.
Ícone fotográfico muito devido à beleza e dignidade dos personagens, num cenário de pobreza e desesperança, captados por uma fotografia “verdade”. Mas são eles uma família de agricultores de verdade, ou atores/modelos contratados para representar agricultores?
A fotografia captou um momento de verdade, ou o fotógrafo (Walker Evans) dirigiu as pessoas para obter um resultado determinado, desejado por ele, e resultado de uma encomenda?
Isto a fotografia não pode responder. Ela se limita à imobilidade congelada no tempo.

 

Walker Evans - 1936

Walker Evans – 1936

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista e possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

 


Postado em Arte, Fotografia e com a tag , em .

O que aconteceu com Judith Shahn

Nesta foto de 1930–1933, Judith deve ter 3 anos.
Hoje tem (deveria ter) quase 90 anos.
O que aconteceu na vida de Judith Shahn? A fotografia já mostrava alguma tendência?
Isto a fotografia não pode responder. Ela limita-se a registrar a imobilidade e o tempo.

Ben e Juditrh Walker Evans 1930  - 1933

Ben e Juditrh
Walker Evans
1930 – 1933

Autoretrato Judith Shahn

Autoretrato
Judith Shahn

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista e possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

 

 

 

 


Postado em Fotografia, Pintura e com a tag , em .

O que diz esta imagem sobre a mulher?

100 anos de uso da imagem da mulher branca pela publicidade americana.
A mensagem publicitária sem o componente linguístico.
O que diz esta imagem, sobre a mulher? A cultura não é um sistema imotivado de significações. De significações e comunicações.
A significação depende tanto do emissor da comunicação, como do arsenal de leitura do receptor. Suas reservas (bancárias) de leitura.
Tudo, afinal, tem em maior ou menor grau, muitos sentidos. Indo: do subjetivo ao social. Do social ao subjetivo.
É como damos sentido às coisas.
O que dize esta imagem, sobre a mulher?

Hank Willis Thomas
Jack Shainman Gallery – NY

Hank-Willis-Thomas-6-315x420

 

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista e possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.


Postado em Comportamento, Cultura, Fotografia, Propaganda e com a tag , em .

Robert Capa

Há 100 anos (22 de outubro de 1913) nascia Endre Ernô Friedman, muito mais conhecido como Robert Capa, o maior fotojornalista de guerras. O fotógrafo do “momento decisivo”.

“Se as as fotografias não são suficientemente boas, é porque não se está suficientemente perto”. Morreu fotografando uma guerra.

robert_capa_-_235

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

 


Postado em Fotografia e com a tag em .

A vida sob um certo ângulo (da câmera)

De Robert Capa Рpossivelmente o mais importante fotojornalista de guerra, para o tamb̩m fotojornalista de guerra George Rodger:

“Veja bem, bode velho, o hoje não importa e amanhã não importa. O que interessa é o fim do jogo e quantas fichas você ainda tem no bolso – se ainda estiver jogando.”

Robert Capa cobriu principalmente a Guerra Civil Espanhola e a 2a. Guerra Mundial. Nesta última em condições incríveis de risco. Deixou de jogar  em 1954 cobrindo a guerra do Vietnam.

Robert Capa

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada

 


Postado em Fotografia e com a tag em .