Arquivo da tag: design

O desenho do design

 

 

jacob jensen

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quando falamos de arte, não ficamos no terreno da teoria. A arte é uma coisa feita, executada, que nos remete sempre a duas questões básicas e simples:

  • por que isto foi feito assim?
  • como isto foi feito assim?

Como alguma coisa foi representada e o que isto significa. Quando queremos falar de arte em produtos industriais, ou seja, quando queremos falar de design, o por que isto foi feito assim?, como a coisa foi representada, adquire uma dimensão nova pois a forma em produtos industriais significa a adequação da representação à uma finalidade. Objetos industriais fazem alguma coisa útil. Não dá para falar de forma em produtos industriais sem pensarmos em por que esta forma se adequa ao fim utilitário? Estamos falando de projeto. E a arte em projeto é a arte do projeto, sem que isto seja, necessariamente, obra de arte.

http://www.nytimes.com/2015/05/22/business/jacob-jensen-designer-in-danish-modern-style-dies-at-89.html?_r=0

 

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista e possivelmente o mesmo conceito. O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.


Postado em Arte, Construtivismo, Design, Tecnologia e com a tag , , em .

A resposta do “cartoon” em tempos de redes sociais

Algumas respostas do “cartoon” ao ataque ao Charlie Hebdo em tempos de Internet/Web.

Curadoria: Juxtapoz Magazine

 

Dave Brown for The Independent

Dave Brown for The Independent

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.


Postado em Cultura, Design gráfico, Ilustração e com a tag , , em .

Design = Sérgio Rodrigues, funcionalidade sem futilidade

O móvel como obra de arte: Sérgio Rodrigues.
Construtivismo. Criatividade. Brasilidade.
O melhor do design brasileiro. Do espírito brasileiro.

Poltrona mole - 1957

Poltrona mole – 1957

 

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

 


Postado em Design e com a tag em .

Cadeiras que são referência de design

Eames Lounge Chair????? Charles e Ray Eames, 1956. Feita de madeira compensada moldada e couro, essa peça desenhada para a??Herman Miller??levou anos para ser desenvolvida. Foi o primeiro móvel desenhado pelo casal Eames para o mercado high-end, pois eles costumavam desenvolver móveis que pudessem ser produzidos em massa e com preço acessível, sendo a Eames Lounge Chair uma exceção. Este item de luxo foi inspirado pelas tradicionais cadeiras de couro inglesas (???Club Chairs???). Segundo os autores, eles queriam reproduzir uma aparência calorosa e receptiva, como se fosse uma luva de baseball usada! De grande relevância histórica, e amplamente difundida no mercado do mundo inteiro, essa peça faz parte da coleção permanente do MoMa ??? Museu de Arte Moderna de Nova York.

http://talk.arkpad.com.br/design/11-cadeiras-que-marcaram-a-historia-do-design?18-10

eames-lounge-chair_w21mercurion

 

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

 


Postado em Design e com a tag em .

Cadeiras que são referência de design

Cadeira Wassily – Marcel Breuer, 1925. Apesar de haver uma crença popular nesse sentido, essa cadeira não foi projetada para o pintor abstrato Wassily Kandinsky. Com seu design racional e construtivo, essa peça é, no entanto, um símbolo da escola Bauhaus, onde o pintor era professor na mesma Época em que Breuer era o chefe da marcenaria. A história mais aceita seria de que o artista viu o móvel e admirou seu projeto, então Breuer fabricou uma dupla dessas cadeiras para os aposentos pessoais de Kandinsky, o que fez com que a peça ficasse conhecida como Wassily. Décadas mais tarde, quando foi relançada pela fabricante italiana Gavina, foi que se apurou essa história.

http://talk.arkpad.com.br/design/11-cadeiras-que-marcaram-a-historia-do-design?18-10

wassily_w21mercurion

 

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

 

 


Postado em Design e com a tag em .

Este é um mundo diferente.

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

luminale2012_resonate_w21mercurion


Postado em Arte, Cultura, Design, Tecnologia e com a tag , , , , em .

Visite e “curta” o blog da W21Mercurion

Assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

toda censura e burra_w21mercurion

Viste e “curta” o blog da W21Mercurion

Assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

o piro cego e o que nao quer ver

Contraquotidiano

Novo no velho_w21mercurion
Nós contemporâneos vemos a arte como uma coisa importante. O relacionamento com a poesia, teatro, pintura, dança, música, cinema, escultura, literatura, nos faz mais próximo do entendimento do sentido da vida.
Nos tira das coisas pequenas do dia a dia: a falta de dinheiro, a falta de tempo, a falta de reconhecimento, a falta de perspectivas.

que
brar
o
ri
tmo
do
dia
-a-
dia

Desautomatizar a vida.
Abrir uma brecha (um sentido) para se olhar mais longe. Uma noção de propósito. De transcendência.
Como também nos dão os filhos. As crianças. Os sonhos.


Postado em Arquitetura, Arte, Arte por computador, Cinema, Construtivismo, Design, Design gráfico, Fotografia, música, Pintura, Poesia Visual e com a tag , , , , , , , em .

Sérgio Rodrigues: funcionalidade sem futilidade

Paraty - 1963

Paraty – 1963

O móvel como obra de arte: Sérgio Rodrigues.
Construtivismo. Criatividade. Brasilidade.
O melhor do design brasileiro. Do espírito brasileiro.

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2014/09/designer-sergio-rodrigues-morre-no-rio-aos-87-anos.html

 


Postado em Construtivismo, Design e com a tag em .