Arquivo da tag: Grafite

O humor corrosivo de Banksy

Banksy é inglês embora prefira manter-se anônimo. Ninguém sabe quem é ele.
Seu humor, bem inglês. Com a característica da comunicação fácil do grafite. Própria de uma comunicação que está nas ruas, para todos. Com uma boa dose de ironia.
Banksy ficou famoso, e suas obras, embora não a venda, valem fortunas. Já chagaram a remover paredes inteiras, para preservar os grafites.

banksy-graffiti-street-art-cop-snorting

 

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.


Postado em Street art / intervenções urbanas e com a tag , em .

O ôco

O alemão conhecido como 1010 (radicado em Hamburgo), nas suas intervenções urbanas, vem juntando algumas tendências em voga:
1. O grafite, com sua linguagem de captação fácil, própria para a arte de rua;
2. Um ilusionismo meio metafísico. Fazer o que é parecer o que não é. Um sentido de profundidade inexistente, como uma passagem (uma porta) para uma outra dimensão;
3. Geometrismo (quase sempre) abstrato, que reforça a ambiguidade da ilusão.
Este conjunto é eficiente. Chama a atenção.
O que é absolutamente necessário para o grafite ser percebido como arte de rua. Na rua.

1010

1010

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.

O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.


Postado em Street art / intervenções urbanas e com a tag , em .

Visite e “curta” o blog da W21Mercurion

Assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

toda censura e burra_w21mercurion

Viste e “curta” o blog da W21Mercurion

Assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.

o piro cego e o que nao quer ver

Alfred Nobel – by Kobra

Kobra_Boras_SueciaEduardo Kobra, cada dia mais ousado.
O grafite brasileiro ?? um dos mais criativos.
Neste quesito ainda vamos ganhar um prémio Nobel.
Boras na Su??cia


Postado em Street art / intervenções urbanas e com a tag em .

Contraquotidiano

Novo no velho_w21mercurion
Nós contemporâneos vemos a arte como uma coisa importante. O relacionamento com a poesia, teatro, pintura, dança, música, cinema, escultura, literatura, nos faz mais próximo do entendimento do sentido da vida.
Nos tira das coisas pequenas do dia a dia: a falta de dinheiro, a falta de tempo, a falta de reconhecimento, a falta de perspectivas.

que
brar
o
ri
tmo
do
dia
-a-
dia

Desautomatizar a vida.
Abrir uma brecha (um sentido) para se olhar mais longe. Uma noção de propósito. De transcendência.
Como também nos dão os filhos. As crianças. Os sonhos.


Postado em Arquitetura, Arte, Arte por computador, Cinema, Construtivismo, Design, Design gráfico, Fotografia, música, Pintura, Poesia Visual e com a tag , , , , , , , em .

Coca-Cola Molotov

O grafite fortemente contestador e pop de Icy e Sot. Que vivem nos EUA mas são iranianos.

Icy-and-Sot_w21mercurion


Postado em Street art / intervenções urbanas e com a tag , em .

Street Art (monumental) no Irã

Mehdi Ghadyanloo, este iraniano de nome estranho (para nós), faz uns murais gigantescos, hiper-realistas e ao mesmo tempo, nada realistas.
Reza a lenda que já fez mais de 100 destes murais.
Seguramente é o maior responsável pelo embelezamento (recente) do Irã.

Mehdi Ghadyanloo_w21mercurion

 

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.


Postado em Street art / intervenções urbanas e com a tag , em .

O grafite politicamente incorreto (pleonasmo) de Sever

O grafite nem sempre “politicamente correto” de Sever.
Seccionando o contexto. Rompendo com a expectativa.
É muito préprio do grafite, ter de maneira geral, uma forma simples e de fácil comunicação. E um fundo de crítica anárquica que despreza o contexto sócio-político e se foca no fato em si. Sem explicações ou justificativas.

Sever_w21mercurion

 

Conheça e curta a página da W21Mercurion no Facebook, onde assuntos ou temas que fazem parte (direta ou indiretamente) das nossas atividades: tecnologia, Internet, design, arte, fotografia, mídias sociais, mobile, tendências e comportamentos são citados a partir de fontes da Internet para formar um corpo coerente. Diferentes tempos, diferentes temas, diferentes fontes, conversando sincronicamente, organizados de forma singular mas permitindo uma leitura plural. Quase uma revista é possivelmente o mesmo conceito.
O conteúdo não é um ponto de partida mas um ponto de chegada.


Postado em Street art / intervenções urbanas e com a tag , em .

Vamos limpar os grafites?

Banksy é inglês embora prefira manter-se anônimo. Ninguém sabe quem é ele.
Seu humor, bem inglês. Com a característica da comunicação fácil do grafite. Própria de uma comunicação que está nas ruas, para todos. Com uma boa dose de ironia.
Banksy ficou famoso, e suas obras, embora não a venda, valem fortunas. Já chagaram a remover paredes inteiras, para preservar os grafites.

banksy_w21mercurion

 


Postado em Sem categoria, Street art / intervenções urbanas e com a tag , em .